Ponto de Referência

Interesse genuíno em pessoas: Como ser um líder com IGP?

Uma boa empresa pode oferecer um bom emprego: Ter um bom ambiente de trabalho, boa remuneração e oportunidades de desenvolvimento. Mas quando encontramos um líder que exerce liderança IGP – Interesse Genuíno em Pessoas- que reconhece, incentiva e desafia a equipe, este líder proporciona empregabilidade.

Isso faz com que cada um da equipe dê o melhor de si e trabalhe com todo o gás.

Já está mais que comprovado que uma das coisas que mais faz um colaborador produzir além do combinado ou esperado é a liderança. Natural então falarmos um pouco dessas pessoas, que não viraram líderes a toa, mas que trabalharam e continuam trabalhando para exercer uma liderança cada vez melhor.

Importante lembrar de duas coisas:

1- Ninguém acredita mais que Líder já nasce feito e que não se aprende a ser Líder;

2- O tipo de liderança também deveria ser parte da cultura organizacional. Não deveria haver um presidente Líder tipo 2 Y, um diretor tipo X, outro diretor tipo Z e assim por diante.

Como é um líder com IGP?

As companhias com foco em gente, inovação espírito de CPTA? – Como Posso Te Ajudar?- e AAIDU – Atitude, Atendimento, Inspiradoramente Diferentes do Usual – agem integradamente e, onde quer que se esteja, respira-se o mesmo ar, motivador e agradável.

Para ajudar a estabelecer que tipo de Líder é esse, que promove tudo que foi dito antes, vão algumas dicas:

Adora gente, mesmo que as pessoas tenham problemas.

* Sabe contratar e não perde tempo com quem não quer evoluir .

* Adora ajudar aos outros – principalmente os que merecem – e transformar conflitos em cooperação.

* É justo, muito exigente e reconhece quem é muito competente.

* Dá autonomia e valoriza as ideias da equipe.

Parece pouco? É muito. E requer muito trabalho.

Um grande líder passa 90% do seu tempo cuidando da equipe. Contratação é por onde tudo começa. Colocar a pessoa errada custa muito caro e pode atrasar muito o sucesso pretendido.

Saber o que cada um pode e quer, saber quem precisa de mais ou menos acompanhamento, quem errou e porquê, dar feedback estruturado e construtivo, integrar, fazer cada um crescer na direção certa, tudo isso é trabalho para quem tem realmente vocação e não se deixa levar pela “falta de tempo”.

A verdadeira moeda da liderança é o tempo que o líder investe na equipe.

O líder tem que equilibrar a quantidade de tarefas e dedicar a maior parte do seu tempo para cuidar do seu pessoal. Sem isso não há liderança que promova os resultados esperados.

Claro que surgem muitas dúvidas, como “Tenho que ser sempre bonzinho?” A resposta é não. Liderança é justa. Flexível e exigente!

Cansado da mesmice? Vamos ajudar a tirar a sua vida pessoal e profissional do trilho e colocar numa nova trilha! Clique aqui e confira. 

Até a próxima,

Edmour Saiani

Edmour Saiani
Edmour Saiani [email protected]

Edmour Saiani é sócio-fundador da Ponto de Referência e especialista em Gestão de Atendimento, Inovação e Tendências.

Nenhum Comentário

Postar um Comentário