NRF 2015
Disney
DVD GAS
Capacitação On-line
NRF 2015 Disney DVD GAS Capacitação On-line

Redes Sociais

Twitter Facebook You Tube Rss
Linkedin SlideShare Elogios

Facebook

Cadastre-se

Nome

E-mail

Twitter

Palestras e Workshops Reanima Fim de Ano Aumente suas vendas com um fim de ano cheio de energia. Veja como: http://t.co/Q0HGf6bGSm
RT @PReferencia: Palestras e Workshops Reanima Fim de Ano Aumente suas vendas com um fim de ano cheio de energia. Veja como aqui: http://t.…
Um dos maiores motivos para alguém ficar ou querer sair de uma empresa, é o seu chefe imediato. Isso mesmo, a... http://t.co/CDeVlziIVp
Palestras e Workshops Reanima Fim de Ano Aumente suas vendas com um fim de ano cheio de energia. Veja como aqui: http://t.co/kLWgHBqHae
"As redes sociais estão se tornando muito mais uma habilidade do que um emprego” - Jay Baer - #Quote #Frases #Movimentação
Acolhida do NOVO funcionário deve ser como vovó: com açúcar! http://t.co/jYnHs719tk
powered by Sistemas Verdes
Esses caras vão surpreender você!

Dica para realizar mais coisas

UaugoMais | 9/17/2014

Muito se fala em “todo list”, ou seja a lista de tarefas a fazer.  É incrível como essa lista nunca termina e cada dia só parece aumentar e com isso, há em muitos casos uma sensação de incompetência.
Um estudo apresentado pela Professora e estudiosa de Harvard, Teresa Amabile, diz que uma ótima maneira de nos motivarmos para fazer mais e melhor é manter um registro diário de uma espécie de “done list”, ou seja, uma lista do que foi feito.
O estudo analisou mais de 238 diários de pessoas consideradas felizes no trabalho e mostra a importância de manter anotações das tarefas executadas a cada dia para conseguir, através do que foi feito, energia para progredir e realizar mais e melhor.
Usar o diário para anotar o que aconteceu no seu dia.
Hoje em dia, estamos sempre com a sensação de nunca conseguir terminar as coisas.   Anotar o que fazemos e ver que conseguimos realizar algo, é importante.
As pequenas vitórias no fornecem o GAS necessário para prosseguirmos;  Por isso é tão importante anotar e aí torna-se mais fácil perceber que evoluiu, caminhou, realizou!  Isso deixa a pessoa mais feliz e animada.
As pequenas vitórias podem estimular e dar energia para as grandes conquistas.  As anotações do que foi feito podem, também, serem usadas para colocar os próximos passos, o que você precisa fazer para que o passo seguinte se realize!
Outro benefício de fazer as suas anotações do que foi feito, é a possibilidade de encontrar padrões e coisas que te mostrem pontos fortes, pontos fracos, necessidades de mudança de foco e que te mostrem o que pode ser feito e o que deve ser evitado para que se faça mais e melhor.
A sensação de começar e terminar algo é maravilhosa, porém ao só olhar para a “todo list” não é possível ver o que já foi realizado e poder sentir essa boa sensação de completar de forma bem sucedida uma tarefa.
Faça periodicamente, nem que seja para um projeto, por um mês etc. E depois faça análise.

Comentários 0

Da série GENTE BOA PRA TRABALHAR: com mais açúcar que vó!

Blog da Oca | 9/16/2014

Dizem que vó é bom porque é uma mãe com açúcar, não é verdade?

O líder quando está recebendo novos integrantes para a sua equipe deveria assumir o papel da mãe com açúcar, ou seja, uma verdadeira vó para a galera nova.

Brincadeiras e exageros a parte, mas o caminho é mais ou menos por ai para quem quer ter gente boa na equipe. Exagerar também é bom já que na prática o que acontece é o exagero ao avesso. O papel fica mais para uma madrasta tipo a da Cinderela ou da Branca de Neve. Porque? Vamos aos fatos da vida real…

Cenário de uma farmácia: Chega o funcionário novo para trabalhar em seu primeiro dia. A gerente da loja passa algumas coordenadas, mostra a loja, alguns produtos, apresenta a equipe e pronto…já põe o cara para atender. Combina que é pra ficar sob as orientações de um atendente antigo até ficar seguro para atender sozinho. O colega vai ensinando, mas logo, já o coloca na arena dos leões, afinal de contas decide seguir o exemplo da gerente e agilizar o processo. Quando percebe um cliente todo afobado entrando na loja, o novo funcionário, avido por atender bem, vai cheio da confiança fazer o seu primeiro atendimento sozinho. O cliente: – preciso de Tylenol porque o meu bebê está com 39 de febre. Tudo isso com aquela cara de terror e pânico de um pai de primeira viagem. O funcionário novo, ao contrário, fica com aquela paz interior pensando: – que sorte o primeiro atendimento me pedem Tylenol. Uma barbada! Vai lá dentro e volta, todo confiante, com uma caixa de Tylenol 750.

Bom, não preciso falar que esse pai entrou em surto gritando tudo o que é possível para o funcionário. Não é pra menos porque não tem como uma bebê engolir aquele MEGA comprimido do Tylenol.

Espelho, espelho meu: – quem está errado? O funcionário novo? O funcionário sombra? Última alternativa: o gerente?

Bom, pra quem marcou a primeira alternativa, sinto em informar que está redondamente enganado. Não! O erro não é do NOVO funcionário que busca Tylenol 750 para um bebê por mais esdruxulo que isso possa parecer. Ele não tem o conhecimento. Não foi devidamente treinado. E já de largada colocam ele na arena dos leões.

O erro foi então do sombra? Claro que sim: ele treinou muito pouco. Acompanhou zero. De certa forma sim, mas se ele fosse um bom sombra faria uma coisa dessas?

A culpa é de quem então? espelho, espelho espelho meu, porque é que eu tenho uma equipe tão incompetente quando essa que Deus me deu? Olhe para o espelho. Sim a resposta está no espelho. E a culpa cai em cima do gerente, do líder.

Quando recebemos a missão de cuidar de uma equipe temos que entender que a MAIOR missão que temos é essa mesmo, ou seja, CUIDAR DA EQUIPE.

Agora a pergunta crucial: pode ter tarefa mais importante do que receber bem o funcionário novo e fazer o processo de acolhida como manda o figurino?

Não tem! Sabe porque? O início da trajetória do funcionário é marcada pela segurança que ele adquiri no processo inicial. Quanto mais segurança, melhor para o seu desenvolvimento profissional e consequentemente, seu desempenho.

Então, agora chegou a hora de pensar: – como deve ser o processo de acolhida dos novos funcionários na minha empresa?

Uma dica: esse processo não é rápido!

 

 

 

 

 


Comentários 0

Como diminuir o seu "turnover"

UaugoMais | 9/16/2014

Alta rotatividade de pessoal é um grande mal que assola a maioria dos mercados.

É ruim não só pelo lado do custo que é contratar e demitir, mas também pela perda de produtividade e impacto direto na qualidade do atendimento que a empresa oferece.

Para atender bem é preciso conhecer a empresa, sua filosofia, como também o produto/serviço.  Com o tempo o Cliente usual passa a ser também um conhecido e vínculos são criados, fortalecendo à marca.

A alta rotatividade já é ruim, pior ainda é quando quem sai são os talentos, os craques  em gerar resultados pro negócio, através de muito relacionamento e reputação.

Um dos maiores motivos para alguém ficar ou querer sair de uma empresa, é o seu chefe imediato.  Isso mesmo, a liderança tem uma grande papel na melhora ou piora desse indicador e nos resultados de qualquer negócio.

O site Retaildoc publicou uma pesquisa que mostra os 8 principais motivos para que uma empresa tenha alta rotatividade de pessoal (turnover):

8. Não há incentivos para todos na empresa, apenas para os cargos de liderança.  Ninguém quer trabalhar duro para que apenas os outros sejam recompensados, concorda? É importante criar uma maneira de incluir todos, de alguma maneira, não só apenas a equipe de vendas, mas todos que direta ou indiretamente trabalham para a sua marca.

7. Processos e procedimentos antigos.  Não valorizar e apoiar quem quer estudar depois do trabalho, só fazer treinamentos e reuniões antes ou depois do expediente, etc.  Sempre revise seus manuais de normas e procedimentos para eliminar ou atualizar regras e políticas que não se encaixam mais nos dias de hoje.

6. Pouco ou nenhum treinamento.  O discurso de aprender fazendo não cabe mais.  Antes de fazer, é preciso treinar e para fazer bem feito, é preciso treinar muito.  Os treinamentos precisam acontecer sempre.  O foco deve ser tanto na parte comportamental quanto técnica e operacional.  Todos precisam saber o que se espera deles e o que eles têm que fazer todos os dias para conquistar Clientes.

5. Não há acolhida e integração para os novatos.  É importante que quando um novo funcionário chegar, ele tenha todo o suporte necessário de treinamento e acompanhamento para que possa se integrar o mais rápido possível ao negócio e as pessoas do negócio.

4. Não incentivar os funcionários a pensar, apenas a fazer.  Mais do que executores de tarefas, as marcas que irão vencer daqui pra frente precisam que suas equipes as ajudem a serem melhores a cada dia; Para isso eles precisam ser incentivadas a pensar, não só agir.

3. Você faz todos os dias a mesma coisa.  Se uma pessoa passa muuuuuuito tempo fazendo a mesma coisa, isso se torna chato, concorda?  É papel do líder manter cada membro de sua equipe engajado, para isso é muito importante acompanhá-los de perto, reconhecer e recompensar quem faz mais do que se espera, desafiá-los , dar responsabilidades e prepará-los para crescer na empresa ou fora dela.

2. Você contrata as pessoas erradas.  Esse é um dos principais motivos da alta rotatividade de pessoal.  É preciso ser muito rigoroso na contratação.  Contratar bem, definitivamente, diminui seu turnover.  Gente certa no lugar certo faz toda a diferença nos resultados do negócio.  Defina o perfil que é necessário para cada cargo e depois seja muito exigente em todo o processo de recrutamento e seleção.

1.  Você promove as pessoas erradas.  Funcionários com talento pedem demissão do chefe, não da empresa.  Promover alguém porque executa bem alguma tarefa é correr o risco de perder um ótimo funcionário e ganhar um péssimo líder.  E aí não tem mais volta!  Esse não pode ser o único critério da promoção.  Assim como a contratação, a promoção deve ser bem rigorosa e seguir excelentes critérios que diminuam o risco do erro.

E aí, em quais desses pontos você pode melhorar?  Pense, aja, já!


Comentários 0

Previous Next