Plano de Férias – Uma ferramenta que cuida da saúde mental do Ecossistema de gente da sua marca

Meu pai sempre trabalhou muito. Teve dois empregos quase que a metade da vida. Mas, quando a vida começou a melhorar, e os filhos crescendo sem ele ver, foi possível viver a experiência de tirar férias. Desde então, férias virou um ritual sagrado. Todos os finais de ano lá íamos nós, todos bonitinhos, para a pausa tão sonhada. Ele me conta hoje, que não havia satisfação maior: “ver meus filhos cada um com sua malinha”. Seu Nelson, dentro da simplicidade da minha família, sabia tirar férias. Afinal, férias são férias, nenhuma preocupação a não ser descansar e se divertir.

 

E para você como tem sido tirar férias? E a volta ao trabalho? E para sua Equipe? Fica tudo redondo?

 

Nas mentorias comecei a ver o quanto a questão das férias, nas empresas, é um desafio para muitos gestores e suas equipes. Muitas vezes esse período de descanso, para alguns, vira uma batata quente sem dono, onde o atendimento, as relações e os resultados são comprometidos.

Em alguns segmentos, como para uma equipe de campo, cobrir férias traz sobrecarga, uma certa postura de auditoria na atividade e performance do outro, bem como falta de direcionamento e de informações para quem vai cobrir. Para líderes ou donos de negócios é sempre um peso não conseguir sair de férias ou então sair, mas não se desligar, relaxar e se divertir.

Essas necessidades nos ajudaram a criar uma ferramenta, simples e profunda, que contribui para fortalecer uma cultura para relações de mais respeito, reciprocidade e cooperação entre liderança e time, time com time e, também, entre as diversas áreas. Quando a passagem de bastão não é bem-feita causa constrangimento para todos: “Oh cara, desculpa atrapalhar suas férias” e do outro lado: “Putz! Esqueci de avisar”.

Com o “Plano de férias” identificamos todas as comunidades que serão impactadas durante as férias de cada pessoa dentro de um ecossistema, bem como a interdependência entre elas. Desta forma, evita-se deixar pontas soltas e cada um possa sair e voltar de férias tranquilamente. Como também, quem fica trabalhando tem todas as informações para dar continuidade aos processos, projetos e ou tomadas de decisões. Da mesma forma que os clientes são informados de quem está cuidando e do quê. Simples, mas não fácil e nem comum.

Cuidar da saúde mental das pessoas faz parte de uma cultura que valoriza gente, fator de extrema importância dentro do conjunto de valores que formam a cultura das empresas. Poder contribuir com ferramentas que possibilitem estabelecer melhores relações, que favoreçam acordos de serviços e propiciem que a cultura de atendimento transborde de dentro para fora das marcas é vital para garantir: relacionamentos duradouros, resultados consistentes e uma reputação com muita torcida a favor.

 

Clique e agende seu horário de mentoria comigo (Mônica Pontalti).

Pesquisar

Guias

Banner fixo

Pense bem
antes de entrar

sua vida vai se transformar
depois que você conhecer
a gente!

Não se vá ainda!

Inscreva-se e fique por dentro de tudo que pesquisamos e aprendemos. Compartilhar com você será uma honra.

× Como Posso Te Ajudar?