Ponto de Referência

Renner inaugura primeira loja circular do varejo brasileiro

Renner inaugura primeira loja circular do varejo brasileiro

A Renner inaugurou no Rio de Janeiro, na última semana de outubro, a primeira loja circular do varejo brasileiro. A inauguração representa um avanço da marca em sua estratégia de moda responsável. Assim, a nova loja baseada no conceito circular fica no shopping Rio Sul e foi totalmente reformada para atender aos objetivos a que se propõe.

Dessa forma, Fabio Faccio, diretor presidente da Lojas Renner explica: “assumimos o desafio de desenvolver no Brasil um projeto de loja até então inexistente no mercado e que mostra o que acreditamos ser o caminho para o varejo do futuro. A novidade está totalmente alinhada com a nossa sólida jornada ESG, que traz a moda responsável no topo desta equação”.

 

Baixo impacto ambiental

A loja apresenta um novo conceito de arquitetura, de acordo com as orientações das certificações internacionais LEED e BREEAM. Em outras palavras, para diminuir o impacto ambiental, o projeto reduziu o consumo de matérias-primas na reforma. Assim como priorizou materiais mais sustentáveis, reciclados e recicláveis. Dessa forma, 97% dos resíduos gerados na obra foram reaproveitados, ou seja, não foram para aterros sanitários. Parte dos resíduos foram reciclados e uma segunda parte serviu de insumo em outra cadeia produtiva.

A vitrine aberta e integrada também faz parte do conceito e apresenta uma nova maneira de comunicar moda ao cliente. O mobiliário também foi desenvolvido de forma mais sustentável desde a origem. Já o ambiente interno da loja preza pelo uso de plantas e elementos naturais para trazer mais bem-estar aos clientes.

Além disso, a loja circular é mais eficiente no uso de energia. Utiliza energia renovável e de baixo impacto, originada de fonte eólica. Desde 2016 as Lojas Renner neutralizam 100% das suas emissões de CO2. Estima-se que a construção e operação da unidade do Rio Sul tenha evitado a emissão de CO2 equivalente à restauração de uma área de 1,5 hectare de Mata Atlântica em 20 anos. Em outras palavras, é como se a Renner plantasse 3 mil árvores no Parque Nacional da Tijuca e as mantivesse por duas décadas.

 

Educação sustentável

Todo esse esforço seria relativamente perdido sem educar o cliente sobre sustentabilidade. Para isso, painéis de LED e placas explicativas espalhadas pela loja oferecem informações. Os clientes também têm acesso às informações sobre as matérias-primas dos produtos, os processos produtivos e a história das coleções.

Sob o mesmo ponto de vista, a loja circular possui o primeiro Espaço Re,  dedicado às iniciativas de sustentabilidade da marca. O espaço reúne uma seleção de produtos com o Selo Re, produtos com matérias-primas e/ou processos de menor impacto. As opções vão desde diversas peças da coleção Re Jeans até produtos para o corpo e para a casa da linha Studio Alchemia. A capsula Re Jeans possui peças feitas com algodão responsável e materiais reciclados, como por exemplo sobras de tecido. Além da Re Jeans, diversas outras peças que utilizam algodão orgânico, ou seja, cultivado e colhido de forma artesanal e sem uso de agrotóxicos.

Não para por aí, a Renner reforça sua estratégia de circularidade no espaço do Repassa, brechó online Repassa, adquirido pela marca esse ano. No espaço do Repassa os clientes podem descartar de forma sustentável embalagens e frascos de itens de perfumaria e beleza e peças de roupa em desuso.

 

Experiência omnichannel

A loja com conceito circular, não deixa de usar tecnologia a serviço da experiência do cliente. Os clientes que visitarem a loja terão diferentes canais para acessar produtos e serviços da marca. Um exemplo são os totens que levam ao catálogo digital completo do estoque omni da marca.

Os clientes também terão mais autonomia durante a jornada de compra. Para isso, a Renner aumentou mais de 60% o número de caixas de autoatendimento, bem como dispositivos de Venda Móvel, operados por colaboradores para finalizar a venda em qualquer ponto da loja.

 

Fornecedores e comunidade

O projeto da primeira loja circular do Brasil idealizado em 2019, só foi possível graças à parceria com parceiros. Nada disso seria possível sem que seus fornecedores compartilhassem dos mesmos valores. Portanto, a Renner ampliou seu programa de conformidade para qualificar e apoiar os fornecedores envolvidos no projeto frente aos desafios socioambientais. Parte desse esforço foram treinamentos específicos sobre processos e tecnologias aderentes aos conceitos de sustentabilidade e economia circular.

Outras ações se estendem à comunidade através do Instituto Lojas Renner, braço social da varejista. Em conclusão Fabio Faccio afirma “a nossa proposta é gerar impacto positivo a partir de tudo que fazemos e isso não seria diferente neste novo conceito de loja”.

Fonte: Mercado e Consumo e Elle

Equipe Ponto de Referencia [email protected]

Seja o primeiro a comentar!

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dúvidas? Fale com a gente pelo

Whatsapp!